sábado, 1 de janeiro de 2011

'' [...]
Quem dera pudéssemos ser uma pessoa diferente a cada 6 meses, ser casados de segunda a sexta e solteiros nos finais de semana, ter filhos quando se está bem-disposto e não tê-los quando se está cansado. Por isso é tão importante o auto conhecimento. Por isso é necessário ler muito, ouvir os outros, estagiar em várias tribos, prestar atenção ao que acontece em volta e não cultivar preconceitos. Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: Ninguém é o mesmo para sempre.
Mas que essas mudanças de rota venham para acrescentar, e não para anular a vivência do caminho anteriormente percorrido. A estrada é longa e o tempo é curto.Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as conseqüências destas ações.
Lembrem-se: suas escolhas têm 50% de chance de darem certo, mas também 50% de chance de darem errado. A escolha é sua...!''
[ Pedro Bial ]

2 comentários:

Déborah Arruda. disse...

"A escolha é sua..." Que a gente escolha então, fazer as escolhas certas e fazê-las darem certo. Ótimo texto !

Kamila disse...

Ele fala e fala bem mais que bonito.
Florzinha, obrigada pelo selo!! Já está no me cantinho dos selos, com o teu nome e tal =)

Beijo estalado!